Escalada na Rocha da Pena

Previa-se o dilúvio mas nós trocamos as voltas ao S. Pedro…!

Aproximava-se o fim-de-semana prolongado, tendo em conta o feriado de 8 de Dezembro e o último dia de férias por gozar. A ideia era escalar, escalar muito para compensar os últimos fins-de-semana que tinham sido de muita água e pouca rocha seca (felizes os adeptos do canyoning).

No entanto, previa-se o dilúvio, quer fosse para o norte, centro, sul e até mesmo para Espanha o nosso muito fiel Windguru não nos dava grande hipóteses a não ser Marrocos. O que seria uma ideia fantástica. Era mesmo isso: escalar no Taghia… Mas, não tínhamos o tempo nem as condições necessárias para tal, mas a ideia anda no ar e fez-se residente nos nossos sonhos depois de ouvirmos umas histórias contadas na primeira pessoa!

Com a oferta de alojamento no Algarve e o tempo para essas paragens a melhorar, o risco parecia compensar: descobrir a Rocha da Pena! Bem não é Marrocos, mas é só uma pequena língua de mar que separa o sonho da realidade. E assim foi. ALLGARVE. Saímos sexta à noite e desta forma permitiu-nos aproveitar o tempo primaveril de sábado.

Assim que a escalada foi iniciada a escalada foi até a pele dos dedos começar a escassear. E sim, o tempo esteve fantástico! O domingo permitiu-nos escalar todo o dia com uma excelente temperatura, embora as nuvens já se tivessem apoderado do céu de Messines.

 

Vista da falésia da Rocha da Pena

Vista da falésia da Rocha da Pena

 

DSC03976

Benilde a dizer mal da vida dela! 🙂

 

Alcino que quase saca o 6c à vista

Alcino que quase saca o 6c à vista

 

 

A curtir o sol de inverno

A curtir o sol de inverno

 

Ana a abrir a via

Ana a abrir a via

 

 

Belo encadeamento do Alcino

Belo encadeamento do Alcino

 

Ana a combater os seus medos

Ana a combater os seus medos

Um pequeno passo separa o sucesso da queda!

Um pequeno passo separa o sucesso da queda!

 Segunda-feira, mesmo com a previsão de chuva, decidimos arriscar e deu para cada um escalar uma via. Contudo, o S. Pedro teimava em pregar-nos partidas. Mas, o fanatismo era tal, a vontade de escalara era tanta, que mesmo já com a chuva sobre os nossos impermeáveis lá continuamos. Por fim, o S. Pedro levou a melhor e lá nos resignamos e despedimo-nos desta escola que se revelou uma óptima surpresa, palco de grandes encadeamentos à vista e cenário de uma peça natural única.

Alcino a fazer-se a foto

Alcino a fazer-se a foto

 

 

Panorama da Bela Serra

Panorama da Bela Serra

 

Ana a desfrutar (ou não) :-)

Ana a desfrutar (ou não) 🙂

 

Mais um 6c à flash; excelente via!

Mais um 6c à flash; excelente via!

 

 

Viciados à chuva

Viciados à chuva

 

Mais vale escalar à chuva do que não escalar!

Mais vale escalar à chuva do que não escalar!

Troco bolachas por um copo de chã quentinho!

Troco bolachas por um copo de chã quentinho!

Acabaríamos a noite um pouco longe, no mítico bar Dromedário, em Sagres, reconfortados pelos seus tradicionais snacks e a bela da Sangria (para alguns, outros ainda são responsáveis). A deslocação valeu o esforço.

Pôr do sol na Praia da Rocha (Algarve)

Pôr do sol na Praia da Rocha (Algarve)

 

 

Dava para surfar na praia da Rocha!!!

Dava para surfar na praia da Rocha!!!

Dromedário, a viagem valeu a pena.

Dromedário, a viagem valeu a pena.

No final surgiu-nos a dúvida: teremos sido os únicos a escalar em rocha seca este fim-de-semana?! Esperemos que não. No entanto, aguardamos pelo vosso feedback!!! 🙂

Recomendamos a Rocha da Pena para estes dias de inverno, caso contrário, não será possível escalar de verão, mais informação pode ser encontrada aqui.

6 Responses to Escalada na Rocha da Pena

  1. Daniel

    Boas,

    Após alguma pesquisa de spots para escalada no Algarve, dei com este interessante blog.

    Gostaria de escalar na Rocha da Pena, aproveito para perguntar qual o estado das vias? recentemente ouvi na press noticia de uma queda nesse local.
    Gostaria também de saber se há locais por perto para acampar?..

    Obrigado
    Daniel

    • Chinelo de Meter o Dedo

      Boas
      Obrigado pelas tuas palavras.
      Ainda este ano estivemos na Rocha da Pena e as vias estão (no geral) em perfeitas condições.
      Tambem ouvimos falar no sucedido mas infelizmente não se sabe pormenores. As razões podem ser muitas que não o mau estado das vias ou protecções.
      Se vais neste altura prepara-te para um calor abrasador, se estiver sol é quase impossível escalar a partir de meio da manhã até ao final da tarde, no entanto se falares com o sr. do café ele deixa-te ficar acampado no terreno dele sem problema algum e assim ficas perto das vias sem grandes deslocações.
      Esperamos ter ajudado, alguma coisa diz!
      Boas escaladas.

  2. Manuel

    Deviam ter mais atenção nas fotos que aqui metem. É impensável e de “loucos” fazer escalada sem qualquer tipo de capacete tanto para o escalador como para quem lhe faz segurança. Um mau exemplo para quem esteja interessado em se iniciar.
    Actividade de escalada deve ser feita em segurança e não para o estilo.
    obg pela atenção

    • Chinelo de Meter o Dedo

      Olá Manuel

      Desde já obrigado por partilhares connosco os teus pensamentos, é sempre bom ter feedback dos visitantes do blog.

      Na realidade o ponto que tocas é de extrema importância e tem toda a razão de ser. Como já referimos em várias ocasiões, a escalada é um desporto de risco e em que estão implícitos riscos elevados para a integridade física ou até mesmo a morte.
      Para evitar estes ricos há uma série de regras que os praticantes devem respeitar de forma a minimizá-los.

      No entanto como tudo na vida há quem decide respeitar “as regras” e quem por ousadia, ignorância ou estupidez as ignora.

      As pessoas que fumam sabem que se estão a matar aos poucos mas decidem fazê-lo e em certas alturas colocando a vida dos outros em risco; quem desrespeita as regras de trânsito a mesma coisa; mas há muitas mais actividades que englobam risco. No nosso caso escolhemos a escalada que reflecte a nossa estupidez e ousadia!

      Concordamos contigo, quem se deve iniciar deve cumprir SEMPRE todas as regras de segurança, assim com quem já tem muita prática, se bem que a uma dada altura as pessoas têm já a experiência suficiente para fazer as suas escolhas.

      Obrigado mais uma vez.

  3. Goncalo Gama

    Caríssimos, estou a pensar ir para a semana a este mistico local. Alguem tem croquis das vias com indicações dos níveis.? Já procurei na net e nadinha. Obrigado!

    • Chinelo de Meter o Dedo

      Olá, Gonçalo!
      De facto não se encontram croquis na net.
      Mas no caminho para lá, sais da IP1 em S. Bartolomeu de Messines e apanhas a estrada para Benefim e Salir.
      Na Povoação de Salir segues em direcção à falésia uns 6Km e deixas o carro junto ao Bar das Grutas. Neste café tens lá os croquis afixados para consulta.
      Foi a única coisa que arranjamos.
      Boas escaladas!

Deixe uma resposta

UP WE GO